AddThis

Share |

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Fornos para Cerâmica

Aqui estão alguns fornos para cerâmica de diferentes lugares:

Acima: Forno primitivo usado na África. Este forno consiste em um muro baixo, circular, com aberturas para as câmaras de combustão. O teto abobadado deve ser reconstruído a cada queima, e é feito de uma capa de argila misturada com palha que é aplicada sobre as peças, com furos para escape de fumaça.

Acima: Forno egípcio antigo, que consiste num cone de tijolos e possui tiro superior. É carregado por cima.

Acima: Um antigo forno grego. Forno de cúpula em forma de iglu com tiro superior e separação entre a câmara de combustão e a câmara de queima. Há uma porta lateral´para o carregamento das peças.


Acima: O forno romano é parecido com o grego, porém sua cúpula é temporária, feita de argila e palha (como o forno africano acima) e a câmara de queima se apóia sobre um degrau no solo e não sobre uma coluna como o forno grego.


Acima: Ana Gama, ou Anagama, antigo forno japonês escavado num barranco. Este forno foi utilizado pela primeira vez por volta do ano 400 d. C. e a temperatura chegava a 1.250 graus.
A sua estrutura aproveita o declive do terreno para a distribuição do calor.


Acima: Forno japonês Noborigama. Este forno também aproveita o declive do terreno e utiliza um sistema de câmaras de queima separadas mas que permitem que o calor seja conduzido desde a câmara de combustão (à frente) até a chaminé (ao fundo), aquecendo todas as câmaras gradualmente.
Este forno é muito utilizado no Brasil atualmente.
Imagens: "Hornos para Ceramistas" - Daniel Rhodes Ediciones Ceac, Barcelona, 1987.

2 comentários:

Vitor T Oliveira disse...

Adorei o blog Felicidades...

Gláucia Maindra disse...

Olá, a pedido de um usuário da Biblioteca Pública, entro em contato para solicitar a seguinte informação:
ele gostaria de obter informações para a elaboração de um forno cerâmico (como fazer).
Ele se chama Júlio Cesar e vem a algum tempo tentando fazer seu próprio forno sem o sucesso esperado.

Agradeço o retorno!
Att. Gláucia Maindra
biblioteca@imbituba.sc.gov.br